ESTUDO / PERDÃO

Estudo / Perdão

Alessandro Joel da Silva

Publicado em 26.04.2007



O Senhor é bom para todos, e as suas misericórdias são sobre todas as suas obras. Salmos 145.9

 

A humanidade inteira clama por misericórdia. Toda a existência está avaliada e avalizada por aquilo que é essencial: misericórdia. Seria impossível a sobrevivência de tudo o que Deus criou e sua permanência senão repousasse a sua bondade. Não é a miserabilidade do homem, nem a degeneração deste universo que faz com que Deus seja mais ou menos misericordioso. Não é a queda da criatura e a regeneração da criatura que legitima a manifestação das misericórdias de Deus. Mas é verdade que em todos os atos sejam para a bem-aventurança quanto para a desgraça, a qual a própria humanidade se mergulha, é manifesto as expressões amáveis da misericórdia de Deus. O Senhor é bom e Nele não há exceção! Toda a demonstração de bondade está intrinsecamente atada ao caráter de Deus. Se retirarmos a misericórdia que há em Deus, estaríamos apagando a identidade do Deus único que criou tudo o que existe na terra, céu e mar. Alegamos e atestamos sem a menor dúvida que Deus, por essência, é misericordioso. Não é um recurso que Ele retira do seu guarda-roupa e veste a humanidade e sim, com sua presença em todas as suas obras temos a expressividade singular do seu dom inefável.

A experiência do cosmos e a vivência de tudo que emana vida testemunham a respeito do Espírito da vida. Embora sintamos as fragmentações e distorções presentes em nosso viver, como a falta de exercer a misericórdia uns com os outros, a intolerância e a falta de amor que impera, em Jesus Cristo, Deus, o Pai sobrepujou a todas as catástrofes e ruínas exercendo esperança para todos. No seu Filho, Ele apresentou o amor fidelíssimo, isto é, a misericórdia que antecede a eternidade, o presente e o futuro. Deus é fiel em seu amor, isso faz com que todas as suas obras comprovem que Ele é bom.

É nos dado pela sua grande misericórdia a experiência da regeneração. Como disse o apóstolo Paulo: 'se alguém está em Cristo é uma nova criatura'. É neste momento ímpar e existencial que todos os que crêem podem experimentar as misericórdias de Deus. E no viver diário somos cartas contendo e expressando a todos a dádiva recebida e vivenciada diante de Deus e dos homens.

"Nem todos buscam justiça, mas a humanidade clama por misericórdia".


VoltarEnviar páginaImprimir páginaComentar


Avenida Paraná, 76 - A - Próximo ao Calçadão - Londrina - Paraná - Brasil
Ministério Jovem Livres Em Cristo - Primeira Igreja Batista em Londrina