ESTUDO / LIBERTAÇÃO

Estudo / Libertação

Alessandro Joel da Silva

Publicado em 16.04.2008



        O ser humano para ser livre ostentou ser grande e essa mania ainda é uma busca sem trégua. E nessa empreitada minimizou sua liberdade transportando-o para um estado de escravidão (livre), mas escravo condicionalmente. O pecado é fruto de um desejo jamais concretizado na sua proposta bajuladora; ao contrário do proposto pelo intento, maligno não obtivemos a posição do criador. O homem perdeu todas as fichas que apostara nessa pseudo-investida de governar soberanamente o cosmos por seus próprios caminhos.
 
        Dentro desse esquema está a cena, o homem tremulando a bandeira da oposição a Deus.
 
        O único ser que existencialmente mostra-se desequilibrado é o homem. Ainda que tente manipular sua conduta e objetivos diante de si mesmo e dos outros. Esse frustrante empenho desnorteou todo empenho legítimo e louvável diante de Deus e dos homens.
 
        A liberdade real virou papel passado e seu presente traz as marcas do escravo frustrado consigo mesmo. O homem e toda a criação de Deus sofre as penalidades de seu novo senhor: o pecado. E recebe seu justo salário: a morte. Como conseqüência, a escravidão. Um ser escravocrata.
 
        O homem somente é livre quando deliberadamente ama a Deus e a seu próximo. Mas isso não pode vir por ele mesmo. O Espírito Santo é o Deus que convence a cada um de nós para a necessidade de receber Jesus, que graciosamente se fez carne para nos alcançar e nos regenerar. O Espírito Santo nos convence e nos faz experimentar o amor de Deus, o Pai.
 
        A humanidade quer ser livre, mas não pode sozinha se libertar. Assim, Deus quebrou todos os grilhões que nos prendia ao pecado. O Espírito revela isso a cada um de nós. Somos livres por meio de Cristo, mediante o que ELE realizou na cruz, porque ele morreu e ressuscitou. E, por meio Dele, experimentamos a vitalidade da vida indestrutível e livre gerada pelo Espírito.
 
        A liberdade faz que sejamos servos, com a mentalidade de livres. Livres para servir. Somente podem servir no reino de Deus os que são livres. E é correto afirmar que somente os livres podem servir. Nessa posição podem amar, podem socorrer, podem usar de misericórdia, podem usar os dons do Espírito para edificação do corpo de Cristo, que é a Igreja.
 
        E nisso verdadeiramente consiste a encarnação do Verbo. “Se pois o filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres”. João 8.36. Não é simplesmente um texto clássico do apostolo João, mas é a classe para a qual Deus nos conduz – para Ele mesmo.


VoltarEnviar páginaImprimir páginaComentar


Avenida Paraná, 76 - A - Próximo ao Calçadão - Londrina - Paraná - Brasil
Ministério Jovem Livres Em Cristo - Primeira Igreja Batista em Londrina