INSTITUCIONAL / A IGREJA

A Igreja

A cidade de Londrina está localizada no Norte do Paraná, região de extensiva produção agrícola, devido à fertilidade de seu solo de terra vermelha. Abrange um território de 2.911 Km equivalente a 1% da área do Estado. É na região central desta maravilhosa cidade que se encontra o prédio da Primeira Igreja Batista. Atualmente está em desenvolvimernto um projeto para construção de um novo templo, em um novo local.

Para se conhecer um pouco desta Igreja faz-se necessário voltar um pouco no tempo e situá-la dentro do contexto do Estado do Paraná e região. Até meados da década de 20, as terras à margem do rio Tibagi eram quase que completamente desconhecidas. A população se concentrava junto ao litoral. Em 1929, atravessou o rio o primeiro grupo de ingleses e brasileiros com o objetivo de colonizar uma extensa área de terras até então abandonadas.

O antrópologo francês Levi-Strauss que percorreu nossos sertões registrou: "Na altura em que cheguei ao Brasil a região estava a abrir-se, graças, sobretudo, à influência duma empresa britânica que tinha obtido do governo a concessão de um milhão e meio de hectares, em troca do compromisso de aí construir estradas e caminhos de ferro. Os ingleses propunham-se vender o território em pequenos lotes a emigrantes originários, sobretudo da Europa central e oriental, conservando a posse do caminho de ferro cujo tráfego seria garantido pela produção agrícola. Em 1935 a experiência encontrava-se em andamento e o caminho progredia com regularidade através da floresta: 50 quilômetros no princípio de 1930, 125 no fim do mesmo ano, 200 em 1932 e 250 em 1936.

Aproximadamente a cada 15 quilômetros implantava-se uma estação na orla de uma zona desbastada, com um quilômetro quadrado, que se destinava a tornar-se uma cidade. O que foi executado. Em 3 de Dezembro de 1934 se deu a criação do município de Londrina. Naquela época, a região outrora apenas alcançada por concessionários e posseiros por tantos séculos e, patrimônio de tribos indígenas harmonizadas com a natureza, foi então ocupada  por infindáveis fileiras de café plantadas pelos colonos nacionais e estrangeiros.

Foi neste período que  ocorreu algo de extraordinário com um casal de indígenas do loteamento de Ibiporã. A esposa teve um sonho em que via um baú fechado e no qual havia um livro de capa preta. Passado algum tempo, quando visitava a região de Rolândia, ao entrar na casa de uma senhora, a mulher indígena viu o baú e então perguntou: “Dentro deste baú tem um livro de capa preta, não é mesmo”? E a resposta foi sim. Era uma Bíblia, a qual foi dada ao casal de índios. Após lerem as verdades contidas naquele livro, o casal foi ao Estado de São Paulo, no munícipio de Assis, e ali conheceram o pastor batista Frederico Vitol. Este primeiro contato foi o ponto de partida de um grande trabalho missionário, sob a liderança deste mesmo pastor.

Em meados da década de 30 o pastor Vitol visitava a cidade de Ibiporã e região, fazendo um reconhecimento das famílias evangélicas e oficializou uma Igreja ali. A necessidade de um pastor residente diante de uma igreja em franco desenvolvimento, levou o Pastor Vitol a fixar-se na Região, mais precisamente em Ibiporã.

A 13 de maio de 1939, num sábado, às 15 horas, deu-se a reunião em Ibiporã, cujo objetivo era organizar uma Igreja Batista do Norte do Paraná. Entre os fatores que contribuíram para que a Igreja fosse implantada foram: o casal de indígenas, a doação de três lotes para edificação de uma casa de oração por parte do empreendedor da colonização de Ibiporã, e também, o fato de Ibiporã ficar entre Sertanópolis e Londrina, uma vez que Sertanópolis era o município mais velho e Londrina, a região em franco desenvolvimento. Enquanto isso, um grupo de cristãos já se reunia.

A evidência de que Londrina seria o grande centro polarizador da região fez com que a Igreja fosse transferida. Ao mesmo tempo, a transferência se deve ao sonho de homens que, guiados por Deus, foram capazes de ver além do que estava diante de seus olhos.
Segundo o Jornal Batista de 21 de junho de 1941, temos a seguinte notícia sobre a organização da Igreja Batista do Norte do Paraná:

"No virgem solo do sertão do Paraná, no dia 13 de maio de 1939, foi organizada com 58 membros, esta igreja com sua sede então em Ibiporã, agora em Londrina. Trabalho iniciado e continuado pelo pastor Frederico Vitol, muito amado pela sua Igreja, a quem ele deve muito. No primeiro ano eclesiastico, a igreja batizou 46 pessoas e neste segundo p.p., 45. Mais de 50 estão se preparando para o batismo. A igreja conta atualmente com 190 membros arrolados, Escola dominical com mais de 400 alunos e 13 congregações: Cornélio Procópio, Pirianito, Jataí, Três Barras, Ibiporã, Cágados, Sertanópolis, Biguá, Bela Vista, Palhano, Rolândia, Benini, e São José. Ao mesmo tempo adquirimos 12 datas em direfentes lugares, para construção de templos futuros(...)"




Avenida Paraná, 76 - A - Próximo ao Calçadão - Londrina - Paraná - Brasil
Ministério Jovem Livres Em Cristo - Primeira Igreja Batista em Londrina